Centro de Atividades Ocupacionais (CAO)

Parede do centro de atividades ocupacionais com informações

O Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) funciona ao abrigo de acordos de cooperação celebrados entre a associação e o Centro Distrital de Lisboa do Instituto de Segurança Social, I.P.

Ao CAO são aplicáveis as disposições legais e regulamentares que regem esta resposta social, designadamente, o Decreto-Lei n.º 18/89, de 11 de janeiro, o Despacho n.º 52/SESS/90, de 16 de julho, a Portaria n.º 432/2006, de 3 de maio, e a Portaria n.º 196-A/2015, de 1 de julho, na redação que lhe foi conferida pela Portaria n.º 218-D/2019, de 15 de julho, além do Regulamento Interno de Funcionamento aprovado pela Direção da APPDA Lisboa e pela tutela.

O CAO da APPDA Lisboa disponibiliza atividades ocupacionais, educativas e formativas a pessoas com perturbação do espectro do autismo (PEA), que já não estejam sujeitas ao regime da escolaridade obrigatória.

O CAO tem como principais objetivos:

  • Criar condições que visem a valorização pessoal e a integração social das pessoas com PEA; 
  • Promover estratégias de desenvolvimento de autoestima, autodeterminação e de autonomia pessoal e social; 
  • Proporcionar a transição para programas de integração socioprofissional, quando aplicável; 
  • Assegurar a prestação de cuidados e serviços adequados às necessidades e expectativas dos utilizadores e famílias, tendo sempre em vista a melhoria da qualidade de vida.

Propõe-se atingir estes objetivos através do trabalho desenvolvido em salas estruturadas e da disponibilização de um conjunto de atividades, que o complementam:

Pessoas a fazer ginástica

Educação Física

Mãos de papel numa mesa de madeira

Psicomotricidade

pessoas a cozinhar

Culinária

Pessoa a fazer exercícios de comunicação

Oficina de comunicação

Pessoas a trabalhar com barro

Oficina de Expressão Plástica

Horta em estufa

Hortofloricultura

Instrumentos musicais

Expressão Musical

Pessoa a tecer

Tecelagem

Terapia Ocupacional

Terapia Ocupacional

Anualmente, são estabelecidas parcerias com estruturas da comunidade e voluntários que possibilitam a realização de outras atividades, tais como natação, hipoterapia, yoga, treino personalizado num ginásio na comunidade, entre outras.

Ao longo do ano são programadas várias saídas ao exterior: visitas a exposições, a jardins e a espaços comerciais para treino de AVD’s, participação em workshops, entre outras.

Todos os utentes do CAO têm um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI), elaborado pela equipa técnica tendo em conta as características, necessidades e expectativas de cada um e das suas famílias. 

O CAO dispõe ainda de apoio médico-sanitário, apoio psicológico, apoio social, apoio socioeducativo, apoio administrativo e serviços gerais, que compreendem os serviços de transporte, alimentação, lavandaria e limpeza, que são partilhados com outras valências da instituição.